7 motivos para assistir a série feminista Miss Fisher’s Murder Mysteries

Quando terminei de assistir ao primeiro episódio de Miss Fisher’s Murder Mysteries, um pensamento não saía da minha cabeça: Meu deus, como não vejo ninguém falar sobre essa série?

Eis que me senti incumbida de passar a mensagem adiante a todos que, assim como eu, não se cansam de ver mulheres empoderadas e chutando bundas.

Caso você precise de mais motivos para assistir a série além de ser uma série feminista, separei 7 tópicos para dar uma forcinha.

 

1. Uma protagonista apaixonantemente empoderada

A série se passa na década de 20 e desde o primeiro episódio somos apresentados a uma personagem feminina sem papas na língua e sem receios em transgredir as normas da sociedade. Sabe o pensamento “e eu lá me importo sobre como uma dama deve se comportar?” Essa é Miss. Fisher.

  2. Fisher não aceita asneiras de ninguém

Após desvendar seu primeiro caso, Phryne Fisher percebe ter um talento que não deve ser desperdiçado e decide virar uma detetive particular, contrariando a opinião dos homens do recinto, com ajuda de sua empregada e grande amiga, Dot.

  3. Mais empoderamento feminino

Afinal, as amigas de Fisher são um assunto a parte. Sua melhor amiga é uma médica que está sempre de calças - duas coisas super incomuns para mulheres da época. Mac é uma das personagens mais inteligentes da série, mostrando que Fisher não é a única “pra frentex”.

A sororidade presente na série é inegável, por sinal.

  4.  Fisher não é uma donzela em perigo.

 

A verdade é que é mais fácil que todos sejam resgatados por Fisher (ou Dot).

 

5. Diálogos que fazem você se deliciar

 

Fisher é subestimada pelos homens a sua volta (ao menos, os que não a conhecem), mas nem por isso deixa de fazer o que for preciso para desvendar seus casos.

  

6. Assuntos históricos levados a sério

 

A série trata de diversos temas “polêmicos” para a década (que perduram): aborto clandestino, sexualidade, racismo, machismo etc. E todos são lindamente esclarecidos por ela que sempre se mostra a favor das minorias.

  7. 18 livros prontos para ser devorados

A série é baseada nos livros da autora australiana Kerry Greenwood, The Phryne Fisher Murder Mystery Series.

A primeira temporada já está dispoível no Netflix. Corre lá e depois me diz o que achou, que tal? ;)


Para mais sugestões de séries feministas, aguarde!