“Invocação do Mal” é considerado o melhor filme de terror do século XXI

invocacao

 

 Nos últimos tempos, o gênero do terror não tem se destacado tanto, trazendo muitas refilmagens que, geralmente, não faziam muito sucesso. Porém, o ano de 2013 trouxe ótimas surpresas para os fãs do gênero e de cinema em geral. Estréias como Mama e A Morte do Demônio já tiveram grande destaque, mas foi o novo longa de James Wan, Invocação do Mal, que marcou o ano e, até agora, também o século XXI!

É isso mesmo! Invocação do Mal, diferentemente de muitos filmes de terror, conseguiu agradar tanto a maioria dos fãs de terror, como também o público em geral e a crítica especializada. O filme estreou em julho nos Estados Unidos e mês passado no Brasil (e na metade de outubro ainda continua em cartaz por aqui; fato extremamente raro um filme de terror ficar tanto tempo em cartaz.), e já registrou cerca de 305 milhões de dólares arrecadados nos cinemas até agora, o que o coloca em 4° lugar na lista de maiores bilheterias de filmes de terror, ficando atrás apenas de clássicos como O Sexto Sentido, Tubarão e O Exorcista. E considerando que estes clássicos são todos do século XX, Invocação do Mal é o filme de terror com a maior bilheteria do século XXI, sendo considerado pela crítica como o melhor filme de terror do século! (Claro que há aqueles que discordam, mas, em geral, a crítica só teve comentários positivos sobre o filme.)

E qual o segredo de um filme de terror que se destaca tanto assim em meio a diversos outros lançados nos últimos anos, que não chegaram a atingir tal sucesso? O enredo, de início, não parece muito inovador: uma família se muda para uma casa onde coisas estranhas começam a acontecer. Já vimos isso antes, não é? Mas não é só isso. A forma como o filme foi dirigido e como constrói a atmosfera chama muito mais atenção do que muitos filmes sangrentos que vemos por aí. Portanto, se você for assistir a esse filme esperando se assustar com cabeças rolando ou com a boneca Annabelle, do cartaz do filme, matando pessoas por aí no estilo Chucky, o boneco assassino, desista, pois não é assim que Invocação do Mal funciona.

Diferentemente dos filmes de carnificina, onde litros de sangue jorram na tela, o que é visto como um exagero forçado por muita gente, e também diferentemente dos filmes de sustos mais simples e diretos como Atividade Paranormal, Invocação do Mal consegue construir uma atmosfera sombria, onde tudo no filme importa: a maestria da direção de James Wan, diretor de Sobrenatural (Insidious) e Jogos Mortais (Saw), a ótima atuação do elenco, a trilha sonora, a fotografia, tudo isso forma o conjunto da obra que resultou no melhor filme de terror do século XXI. Afinal, o longa consegue assustar de forma muito inteligente, com coisas incrivelmente simples, como uma luz se apagando acompanhada pela trilha sonora certa.

E, assim como todo bom filme de terror que faz sucesso, Invocação do Mal já tem uma sequência confirmada. Esperamos que consigam manter o nível do primeiro filme. Então, enquanto a sequência não é lançada, confira abaixo a lista onde o longa de James Wan foi classificado, pelo site de cinema Cinefiliax, como o quarto melhor filme de terror da história, na frente de vários clássicos como Entrevista com o Vampiro, O Chamado, Pânico, e até Drácula de Bram Stoker, além, é claro, de ser classificado como o melhor do século XXI!

Ranking dos filmes de terror pelo Cinefiliax: Confira aqui!

Fonte.

 

Revisador por: Karol Vieira.

 

SOBRE O AUTOR

Formada em Letras na UFRGS, escritora e tradutora. Fã de Shakespeare desde criança, fanática por Poe, poesia e por literatura clássica e de terror em geral, e também por filmes de terror. Ama escrever e já escreveu desde um poema sobre ovo frito até um romance de suspense/terror, o qual pretende terminar de revisar e talvez publicar ainda neste século. Escreve contos e poemas com certa frequência e participou das antologias Horas Sombrias, de contos de terror, da editora Andross, e As Quatros Estações, de poemas, da editora Multifoco.