Os 100 Melhores Livros para Adolescentes [NPR]

100

Bem, essa lista divulgada pelo site NPR em agosto tem uma aparência bastante estranha e questionável. Além de ser, primeiramente, norte-americana [é claro que pessoas do mundo inteiro participaram, mas, como o site é da terra do Tio Sam, nada mais natural do que ter uma supremacia yankee]. E como possuiu grande repercussão, decidi trazê-la para cá, assim posso discuti-la melhor [visto que muitos leitores me enviaram perguntando o que eu achava etc]. O Formato utilizado foi enquete pela internet, o que quase nunca dá muito certo num âmbito “científico” por um motivo simples: fãs clubes postam em seus sites “genteee, votem no nosso livrooo amado”, aí votam e desvirtuam toda a ideia de “pesquisa científica” que a enquete poderia ter. Portanto, já vou avisando [e falarei mais sobre isso pra baixo]: essa enquete não deve ser levada com seriedade num quesito de pesquisa etc.

Por exemplo, é como você entrevistar 75 mil pessoas [número de pessoas que votaram no site], mas ir, quase que em sua totalidade, nos fãs clubes de determinado livro.  Ou seja, sua pesquisa fica desvirtuada porque você foi a um local nada neutro.

Também houve uma confusão quando alguns sites foram trazer essa enquete para o Brasil. Não entendi o motivo, mas eles alteraram todos os livros a partir do TOP11. “The Giver Series” escrito por Lois Lowry, que, pelo que me consta, nem foi traduzido para o Brasil, deu lugar para O Menino do Pijama Listrado [?]. Do mesmo jeito que a série O Guia Dos Mochileiros da Galáxia saiu para entrar O Caçador de Pipas e, em 13º entrou 1984 no lugar de “The Outsiders”. Sinceramente, não compreendi porque houve essa mudança na postagem dos sites brasileiros, mas, colocarei aqui o que foi divulgado pelo site NPR.

 

Abaixo a lista correta e as sinopses montadas pelo site brasileiro “I Like Marketing”:

1º Harry Potter: O bruxinho que fez história na telona, é um dos livros mais lidos pelo mundo. Escrito pela britânica J.K. Rowling, vendeu aproximadamente um bilhão de exemplares. Foram sete livros publicados e oito filmes, sendo o último filme dividido em duas partes. Rowling é a mulher mais rica da história da literatura.

Os livros combinam elementos como: amizade, crescimento, responsabilidades, ambição e escolhas num mundo mágico que apresenta características próprias.

2º Jogos Vorazes: Um livro que também ganhou a adaptação para o cinema, conta a história da heroína Katniss Everdeen, uma adolescente que luta pela sobrevivência no jogo que intitula o livro e o filme. A autora Suzanne Collins trata sobre pobreza, fome, efeitos da guerra e opressão. A saga é acompanhada por mais duas obras.

3º O sol é Para todos: O livro foi lançado em 1960 e escrito por Harper Lee é uma obra que trata a história de um homem negro, acusado injustamente de violentar uma jovem branca na cidade do Alabama. Aborda questões como tolerância, preconceito e respeito.

O livro não levanta bandeiras, nem determina as personagens de maneira maniqueísta. Permite ao leitor traçar suas próprias escolhas e traz um misto de sentimentos como: comoção, revolta e questionamentos.

4º A Culpa é das Estrelas: Escrito por John Green, conta a história de Hazel, uma paciente de 16 anos que trata de um câncer. A protagonista conhece Augutus Waters no Grupo de Apoio às crianças com câncer. Juntos passam a preencher as páginas de suas vidas. Um livro que aborda com sutileza a luta pela vida e principalmente como o amor pode transpor a dor. O autor procura exprimir esse momento com delicadeza, mas não adota o final felizes para sempre.

5º O Hobbit: Para os fãs de Senhor dos Anéis e do autor J.J. Tolkien, em dezembro (2012) poderemos acompanhar essa adaptação no cinema pelas mãos do diretor Peter Jackson. O livro conta as aventuras de Bilbo Bolseiro (hobbit) junto com Gandalf e os anões. Narra quando ele encontra o “precioso” anel.

6º O Apanhador no Campo de Centeio: O livro prestes a completar 47 anos de publicação foi escrito por J. D. Salinger.

Uma sensível obra que conta sobre o fim de semana de Holden Caulfied, um jovem que estuda em um internato, regressa mais cedo para casa, por não ter atingindo boas notas no colégio. Na volta para casa para enfrentar a família. O protagonista passa a refletir sobre as suas experiências e podemos acompanhar na leitura a sua visão sobre o mundo e condução do seu futuro. Antes de encarar os pais, Holden decide procurar sua antiga namorada, sua irmã e seu professor e com a ajuda deles busca compreender o caos que passa em sua mente.

Tratar sobre o cotidiano demanda muito cuidado, para não cair na mesmice e isso Salinger faz com maestria em sua obra.

7º O Senhor dos Anéis: Pode ser descrita como uma obra brilhante mostra diálogos ricos e personagens envolventes. Narra o conflito entre bem e o mal e a luta de várias raças: Hobbits, Anões, Elfos, Ents e Humanos contra Orcs para evitar que o “anel” caia nas mãos do Senhor da Escuridão (Sauron), tem como protagonista Frodo Bolseiro que tem a missão de destruir o anel e uma personagem que dispensa apresentações “Gollum” que representa a ruptura do bem e do mal, que concilia momentos de lucidez e ambição pelo seu “precioso (anel)”.

O livro é uma riqueza em material histórico e linguístico, divido em três volumes.

No cinema foi dirigido por Peter Jackson, que conduziu com genialidade a trama, enalteceu a obra e conquistou 17 Oscars.

8º Fahrenheit 451: Uma obra que também foi adaptada para o cinema foi publicada em 1953 pela autoria de Ray Bradybury que narra um governo totalitário em um futuro incerto que proíbe qualquer tipo de acesso à leitura, sua personagem central é um bombeiro Guy Montag que queima livros.

A trama apresenta reviravoltas e nos condiciona a necessidade do pensamento, da discussão de ideias e principalmente de irmos contra qualquer tipo de manipulação.

9º Quem é você, Alasca?: O autor John Green apresenta nessa obra uma metáfora sobre a adolescência, um período de significativas mudanças, traz a personificação do talvez e todas as inquietudes que acompanham essa fase. O protagonista Miles Halter, é um jovem que tem verdadeira fixação pelas últimas palavras ditas por personagens célebres e vai à procura do que foi dito pelo poeta François Rabelais nos seus suspiros finais:

“Saio em busca de um grande talvez”. A história apresenta características como: inseguranças, mudanças, amor e o conflito da travessia da adolescência para a fase adulta.

10º A Menina que roubava livros: Uma obra que narra a trajetória de Liesel Meminger que é perseguida pela Morte por roubar livros. O autor Markus Zusak trabalha com recursos próprios de linguagem, faz da Morte uma simpática narradora. Um inusitado romance histórico que nos faz refletir sobre o amor a literatura.

****

A lista, num geral, é bastante estranha. Por exemplo, John Green em quinto e em nono lugar foi uma surpresa até para o pessoal do site. O autor que tem apenas um livro traduzido para o português [Quem é você, Alasca?], publicou seu primeiro romance em 2005 e também tem uma carreira “sólida” como vlogger. Ou seja, aí entra aquilo que falei sobre pesquisa na internet. O cara “é” da internet, naturalmente, terá preferência. Até porque, se ele divulgou em seu vlogger, twitter, não sei, o número de votos cresce bastante.

Veja bem, não estou dizendo que ele está errado. Jamais. Faz muito bem em divulgar seu próprio nome. Não há nenhum problema nisso. Nenhum mesmo. O problema está em levarem essa lista tão a sério [como tem acontecido]. É preciso sempre investigar os números, as razões etc.

Por exemplo, 1984 está na lista que os sites brasileiros colocaram, mas ele não figura nem entre os 100 livros preferidos dos jovens. Não porque não tenha sido votado, mas, porque segundo os jurados da enquete NPR, ele não se classificaria essencialmente para essa faixa etária. Assim como Orgulho e Preconceito, mas, aí a discussão se prolonga ainda mais: o que fahrenheit 451 está fazendo na lista? Além de tantas outras opções que vocês podem ver no link do top100 que deixarei no final do post.

Mas, você pode perguntar. Por que diabos, então, Gustavo, trazer essa postagem pra cá? Bem, primeiro porque ela é uma dica bacana pra quem quer ler algumas obras menos densas etc, procura por diversão, entretenimento e tudo o mais [por favor, não estou dizendo que esses livros não devem ser tratados seriamente]. E também pra mostrar pra bastante gente que viu essa pesquisa anteriormente, que ela sim não deve ser levada tão a sério. Veja bem, num top 100, Percy Jackson e As Crônicas de Nárnia não estão ali. Suspeito, por obviedade, que os jurados classificaram esses livros como infantis, afinal, votos pra estar entre a centena, tenho certeza que eles teriam.

Então, continuo tentando mostrar que, óbvio, nenhuma lista é definitiva ou dona da verdade, mas, muitas delas devem ser questionadas quanto ao seu propósito e a sua função dentro da sociedade leitora. Essa, por exemplo, tem a ideia de divertir, sugerir etc [como o próprio site aponta], diferente do que foi divulgado em vários blogs no Brasil como a “pesquisa definitiva etc etc sobre a leitura dos jovens [por isso coloco o nome da empresa que veiculou a pesquisa etc]. Inclusive, isso é algo que o próprio literatortura fará mais para frente em uma plataforma diferente etc. É bacana de se discutir, interessante de sugerir e divertido. No entanto, o carácter sério que muitas pessoas deram, não pode ser considerado, por motivos já citados.

Enfim, espero ter esclarecido algumas coisas e que vocês tenham gostado do post. Deixe seus comentários. Qual livro você colocaria nesse top 10? Qual o melhor livro adolescente que você já leu? E claro, não esqueça de curtir/compartilhar. O literatortura agradece. 

Fonte

 

*****

Gostou deste post? O Literatortura lançou uma revista com temática exclusivamente cultural, para que nossos leitores possam aproveitar de um conteúdo ainda mais aprofundado e qualificado! Não perca! Clique na imagem e assine!

 

_______________________________________________________________________________________________________

 

SOBRE O AUTOR

idealizador e administrador do site, da Revista e da página Literatortura; blogueiro por escolha própria e escritor por escolha própria também - já que nunca acreditou muito no conceito de destino. No momento, revisando o primeiro livro e tentando solidificar este incrível projeto literário/cultural que é o Literatortura.

Comentários

  1. Mariane disse:

    Achei nada a ver essa lista tbm. Só por não ter As Crônicas de Nárnia eu já considero falha, mesmo sendo infantil. hehe
    Mas é boa para conhecer coisas mais suaves mesmo.

  2. Anna Nunes disse:

    A Culpa é das Estrelas também já está traduzido para o português.

  3. Luana disse:

    Posta o link com o rsto da lista?

  4. Orquidea disse:

    A lista é de livros Gu, por isso não estranho.
    Não li nem A Culpa…. mas já tenho e Alasca…
    Pelo que li dos adolescente eles amaram e a mensagem do livro tb pelo que soube
    bastante pertinente aos jovens…
    Adorei a lista pois os que li e concordo muuuito!!
    O Apanhador….., A menina que Roubava…, O Sol é para todos.., Fahrenheit 451.
    Esses li e os jovens que leram são felizardos, os jovens que não leram podia sim
    seguir essa lista e ler os livros dela.
    Pela seleção percebo que é como o título diz melhores livros para adolescente!
    1984, maravilhoso li recentemente, mas p/ adolescente melhor Fahrenheit 451.
    Na minha humilde opinião de leitora…
    Abç e boas leituras!!
    PS: Valeu trazer a lista, pois se alguém quiser seguir (adolescente) ela é boa!

  5. Orquidea disse:

    Ah, ia me esquecendo…
    Se, se… a série auto biográfica da escritora estadunidense Laura Ingalls não estivesse esgotada no Brasil.
    Se a editora Record tivesse interesse em reeditar queria muito ver esses livros entre esse top.
    Porque essa série é incrível,apresenta lições de dignidade, união, humanização, fé e família. Valores esquecidos pelo materialismo exagerado!!

  6. Matheus Ribs disse:

    Discordo da lista.

  7. Aline disse:

    Senti falta do bom e velho Sherlock Holmes!

  8. Amanda disse:

    Quanto ao que foi falando sobre o John Green: pode ser que ele tenha contato com o público através da internet e tudo o mais, mas é super merecedor esse quarto lugar com A Culpa É Das Estrelas. O livro é lindo e super comovente. Um dos meus favoritos. A narração dele é realmente muito boa e te faz entrar na vida da Hazel e do Gus… (minha humilde opinião).

  9. Mariane disse:

    Não tem Crepúsculo? Seriously?
    Pelo menos isso, né ;-)

  10. “J. J. Tolkien”?

    *FACEPALM*

    Como todas as listas de internet, não parece viável levá-la em consideração num âmbito científico mesmo… mas é interessante para se ter uma idéia de algo para ler em um momento aleatório.

    Mas “J. J. Tolkien”… vou ter pesadelos hoje com isso. Parece que o “I Like Marketing” não pesquisou direito pra fazer o marketing na sinopse improvisada. Eis um site que nunca vou entrar /=

  11. Katniss disse:

    O melhor é Jogod Vorazes!!
    Apesar de ter um final um inesperado e um pouco descepisionante
    é um livro incrivel! Eu recomendo!
    Principalmente para q gosta de romance, ficção, suspence e bastante drama!
    Por que eu perdi as contas de quantas vezes chorei em cada livro!

  12. Andressa disse:

    Descordo também, O senhor dos Anéis e O Hobbit deveriam estar entre os 3 melhores no mínimo u..u

  13. Manu disse:

    Gente… em A menina que roubava livros a Morte nao persegue Liesel por ela roubar livros… A Morte sempre está presente em situações em que há perdas para Liesel (amigos, familiares e muitas vezes a eminencia da morte da propria Liesel), e é nestas situações que a protagonistas tem maiores chances de roubar os livros…

  14. Isa disse:

    Discordo da lista
    Não tem crepúsculo, nem fallen, nem a saga hush hush, nem as crônicas de nárnia

    1. Ana disse:

      Crepusculo? Pelo amor de deus! Graças a deus nao tem isso. O que vai complementar pros adolescentes? NADA!

  15. Samantha Oliveira Brianenzi disse:

    Os livros da Saga Crepúsculo não são ruins, o filme que rebosteou tudo ahuheauehaue Não acharia legal ter ele nessa lista. E realmente, As Crônicas de Nárnia poderia estar aí. Fora isso, achei a lista magnífica :3

  16. Rodrigo Gabriel disse:

    fala sério, parabéns pela lista, realmente são livros sensacionais, mas se lessem Percy Jackson e os olimpianos com certeza iriam adorar

  17. Aline disse:

    Faltou a saga Fallen,a saga Hush,Hush e claro,As Cronicas de Narnia…