Por que o brasileiro não gosta de ler?

Bem, essa é definitivamente a última parte da pesquisa do IPL que teve as três primeiras postadas nos dias anteriores; 75% Dos Brasileiros nunca entraram em uma biblioteca | Quantos livros os brasileiros leem por ano? | Qual o escritor e os gêneros preferidos dos brasileiros? |

Neste gráfico meio que está resumido muita coisa do que tratamos ao longo da semana. “O que Lê” foi tratado no post de ontem. Hoje veremos sobre o gosto da leitura e por que não leem.

Algo preocupante é enunciado na primeira tabela. O número de pessoas que afirma “não gostar” de ler aumentou bastante! Consequentemente o “gosta pouco” e o “gosta muito” caíram. Novamente, reitero, que há outras pesquisam que apontam o contrário. Portanto, fica difícil criar uma posição e um argumento para se embasar, já que há controvérsias nas pesquisas! Algumas sugerem que a internet e o bom momento econômico do país democratizou mais o acesso aos livros e a cultura num geral, fazendo, consequentemente, que as pessoas lessem mais. No entanto, aqui aponta o contrário. As razões eu não posso dizer, já que eu acredito no crescimento da leitura [diferente do que é apresentado na pesquisa]. Então, a pesquisa deve se explicar quando for publicada na íntegra.

Mas, vamos ao título do post. Aqui temos algumas resposta bem manjadas. E vou tratar de todas.

1)       “não tem paciência”.  Essa acho que a opção mais manjada. É a resposta que vem como auto defesa, pois supostamente, é preciso de muita paciência pra se ler um livro e a minha “personalidade” não tem. Sou explosivo, não tenho paciência! Quero as coisas na hora! Sempre. Ora, essa é a resposta “pau que nasce torto morre torto”. Sou impaciente, e sempre serei [por isso não leio].  Mas, a mesma pessoa, assiste telenovela diariamente durante 180 dias. OU eu não sei o que á paciência, ou essa resposta está furada. Afinal de contas, quantos livros demoram 180 dias se lidos diariamente durante uma hora? Mas nós já sabemos que a “não tenho paciência”, na verdade, é uma resposta mentirosa. É aquela que está na ponta da língua. Afinal, eu já ouvi pessoas dizendo que não tem paciência pra assistir FILMES. Hello… se um filme durar 3 horas é demais. A novela dura mais de 200 horas!. Então, qual a conclusão? O ‘não tenho paciência’, na verdade, é o famoso ‘tenho preguiça’. E ok, se você tem preguiça, o problema é seu. Ninguém tem a ver com isso. Mas, ao menos, dê uma resposta verdadeira e que faça sentido. Pois a suposta falta de paciência é impacientemente mentirosa.

2)      “Lê muito devagar” Aqui está uma resposta verdadeira e que faz sentido. Realmente, a leitura devagar e sonolenta afasta muitas pessoas dos livros. Uma analogia bem visível e já usada milhões de vezes é comparar a leitura com uma academia. Seu primeiro dia na academia é doído, cansativo, pega-se pesos leves, demora-se nos exercícios etc. Mas ao longo do tempo, sua performance melhora. O problema é que muitos [assim como na academia] desistem. MAS diferente da academia, há mecanismos dentro de nós que podem ajudar na velocidade da leitura. Como já postei uma vez no blog; a leitura dinâmica (link) é uma arma contra a falta de atenção, sonolência e lentidão.

3)      Problema de visão ou limitação física; Aqui temos uma coisa que realmente dificulta e, por vezes, não pode-se nem culpar a pessoa. É claro que há maneiras de se ler para pessoas com determinados problemas. Desde o braile até audiobooks [o que se assemelha com a leitura]. Mas, se pessoas com todas as facilidades já criam problemas para não ler, imagine pra quem realmente existem dificuldades?

4)      Falta de Concentração; Tem a mesma essência do problema do item 2. A falta de prática acarreta na falta de concentração. E a leitura dinâmica pode ajudar nessa melhora. Além de, óbvio, a prática por si só.

Eu queria ver os outros itens, mas a pesquisa ainda não divulgou. Portanto, ficamos apenas com esses 4. Alguns são vexatórios, outros compreensíveis. No entanto, a verdade é que cada vez mais encontramos alternativas para uma leitura mais acessível. Além de a geração atual estar se conscientizando da necessidade da leitura. Mesmo aqueles que não leem, em sua grande maioria, admitem que deveriam ler. Portanto, talvez, nas próximas gerações, tenhamos ainda mais leitores.

Foi um prazer acompanhar a pesquisa com vocês e espero que tenham gostado. Curtam, comentem e divulguem.

SOBRE O AUTOR

idealizador e administrador do site, do canal e da página Literatortura; seu primeiro livro: "ovelha - memórias de um pastor gay" será publicado em agosto de 2015, pela Geração Editorial.